Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Outra Menina Bennet

A Outra Menina Bennet

29
Out18

“Os Poemas Completos”, John Keats – Entrei na loja de doces

Sofia

“Tu dizes que amas, mas com um sorriso tão frio como o nascer de sol em setembro.”

51EP-agTGfL._SX313_BO1,204,203,200_.jpg

Se acompanham o blog, repararam que há umas semanas partilhei uma review de uma coleção com os poemas de Y.B.Yeats. Na altura em que comprei essa coleção, comprei também a de Keats, Shelly, e Byron. A semana que passou terminei a leitura da coletânea com os poemas de Keats. Keats é um dos meus poetas românticos preferidos, e com tal foi com muito entusiasmo que comecei a ler esta coleção.

 

 

22
Out18

“E Tudo o Vento Levou”, Margaret Mitchell – Pensarei nisto amanhã e para o resto da minha vida

Sofia

“Não posso pensar nisso agora. Se o fizer, enlouqueço. Pensarei nisso amanhã. Então, vou conseguir suportá-lo. Afinal, amanhã é um novo dia." 

gone-with-the-wind.jpg

E Tudo o Vento Levou é um clássico. Clássico do cinema, mas sobretudo clássico da literatura. Se vos disser quantas vezes, nos meus 22 anos me preparei para o ler ou para o ver e não o fiz, não acreditariam. O filme tem mais de 4 horas, o livro mais de 1000 páginas. Estão a perceber? Este verão, numa tarde em casa disse a mim mesma, de hoje não passa. Vi o filme. Vai parecer-vos exagerado, mas foram das 4 horas mais gloriosas e bem passadas da minha vida. Quando acabei o filme, abri a internet e mandei vir o livro. No sábado passado acabei de o ler, ao fim de 2 semanas. Das melhores da minha vida. Nunca me perdoarei por não ter lido este livro mais cedo. 

 

 

15
Out18

“Sir Gawain e o Cavaleiro Verde”, Autor Desconhecido – Romance de Cavalaria e Amor Cortês nunca sairão de moda

Sofia

“Lutar não o perturbava tanto como o rigoroso inverno.” 

51+dDeYoXKL._SX319_BO1,204,203,200_.jpg

Embora só agora tenha lido este poema, já sabia a história de cor há bastante tempo. É um poema bastante discutido quando se estuda a época medieval. Como tal, na faculdade há muitas cadeiras e seminários onde este poema é aborado. Confesso que li este livro por obrigação. Bem, mas também porque me apeteceu, para ser honesta. Afinal já sabia a história antes de ter aberto o livro. 

 

 

 

08
Out18

“Macbeth”, William Shakespeare – o medieval no renascimento

Sofia

“De amanhã em amanhã vão-se arrastando nossos dias, numa senda sem sentido, até à última sílaba do tempo registado; e a luz dos nossos ontens vai-nos guiando, quais tolos, para a morte.”

transferir.jpg

Shakespeare é um dos meus autores preferidos de sempre. E Macbeth é um das poucas peças do autor que ainda não tinha lido. Sinceramente, nem sei bem porquê. Acho que, como já conhecia a lenda, não tinha assim tanto entusiasmo para ler. Porém, como recentemente surgiu a oportunidade de fazer um trabalho na Faculdade sobre esta obra, comprei-a e li.

 

 

01
Out18

“O Sol e as suas Flores”, Rupi Kaur – esta nova era da poesia moderna

Sofia

“o sol não consegue impedir a tempestade de chegar”

1540-1.jpg

Como vocês sabem (porque eu fiz a review aqui no blog), no verão passado tive a oportunidade de ler a primeira coleção de poesia de Rupi Kaur - milk and honey (Leite e Mel na tradução em Portugal). Lembro-me de na altura ter ficado bastante bem impressionada com esse livro, embora depois tenha chegado à conclusão de que afinal não era nada de tão extraordinário. Ainda assim, quando soube que a autora tinha lançado outra coleção, soube que queria ler.

 

 

Mais sobre a Sofia

Estudante de Letras. Romântica Incurável. Apaixonada por livros, chá, contos de fadas, viagens, tragédias, chuva e chocolate.

Segue-me nas redes sociais

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D