Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Outra Menina Bennet

A Outra Menina Bennet

20
Mai19

“A República”, Platão – é tudo muito maravilhoso, mas eu não vivia aqui

Sofia

“Se acreditarem em mim, crendo que a alma é imortal e capaz de suportar todos os males e todos os bens, seguiremos sempre o caminho para o alto, e praticaremos por todas as formas a justiça com sabedoria, a fim de sermos caros a nós mesmos e aos deuses, enquanto permanecermos aqui; e, depois de termos ganho os prémios da justiça, como os vencedores dos jogos que andam em volta a recolher as prendas das multidões, tanto aqui como na viagem de mil anos que descrevemos, havemos de ser felizes.”

22880275356.jpg

Eu costumo referir sempre no início de um novo post o porquê de ter escolhido ler a obra da qual estou a escrever a review. Desta vez não o vou fazer. Porém, posso dizer que já tinha vontade de ler esta obra há um tempo, de maneira que fiquei feliz de finalmente ter tido oportunidade, independentemente de outras razões.

 

01
Abr19

“O Banquete”, Platão - o nosso amor “preferido”

Sofia

“O amor não tem uma natureza simples, bela ou feia em si mesma: é belo, se realizado com beleza, e feio, se realizado com vileza.” 

5f0348ef-7ba8-4cb9-9829-0826cbc6fc12.jpg

Exatamente! Hoje venho falar-vos de outro livro que já queria (e devia) ter lido há séculos e ainda não o tinha feito. Neste caso nem sei bem porquê. É um livro pequenino e nada dispendioso. Apesar de ser muito denso e, na minha opinião, impossível de se entender na totalidade logo de caras. No entanto, até devido à importância em relação à minha área - a literatura -, não sei como ainda não me tinha lembrado de o ler. Provavelmente tem a ver com o facto de todos nós conhecermos mais ou menos o que se passa aqui?

 

 

11
Fev19

“Consolação da Filosofia", Boécio - e a arte?

Sofia

“Contemplai a extensão do céu, a sua estabilidade e célere movimento, e de uma vez por todas deixai de admirar coisas vis. E o céu não é mais admirável, em boa verdade, do que a ordem com que é governado. Como é arrebatadora a magnificência da sua beleza, como é veloz e mais fugaz do que a mutabilidade das flores primaveris.”

Consolacao-da-Filosofia.jpg

Quando comecei a ler este livro não tinha expectativas por aí além. Até porque não foi um livro que eu tivesse decidido ler. Porém, assim que iniciei a leitura percebi que estava perante algo extremamente belo. Acabei por o ler num instante e estou super agradada com o facto de esta leitura se ter proporcionado. 

 

 

Mais sobre a Sofia

Estudante de Letras. Romântica Incurável. Apaixonada por livros, chá, contos de fadas, viagens, tragédias, chuva e chocolate.

Segue-me nas redes sociais

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D