Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Outra Menina Bennet

A Outra Menina Bennet

16
Nov20

“As Flores do Mal”, Charles Baudelaire

Sofia

A mão do diabo coordena todos os nossos movimentos —

As coisas que detestamos tornam-se as coisas que amamos;

A cada dia caímos por sombras fétidas

Bastante implacáveis na nossa descida ao Inferno.

9782070466658_large.jpgTinha As Flores do Mal lá por casa há bastante tempo para ler e nunca me convencia a fazê-lo. Agora que estamos quase no fim do ano e já não tenho assim tantos livros por lá perdidos, decidi que tinha de ser. Não costumo ler muito poesia, confesso, e, geralmente, quando leio são sempre obras que sei que tenho mesmo de ler. O que, na maioria das vezes, acaba por funcionar muito mal, já que escolho obras mais complexas e que — talvez por não estar tão habituada ao estilo —, se tornam ainda mais difíceis.

 

 

09
Nov20

“Belos e Malditos”, F. Scott Fitzgerald

Sofia

Indiferentemente, Anthony deixou-se cair numa cadeira, a sua mente estava cansada — cansada de nada, cansada de tudo, com o peso do mundo que ele nunca escolhera suportar.

The Beautiful and Damned: Amazon.co.uk: Fitzgerald, F. Scott:  9781509857654: Books

Belos e Malditos era a última obra que me faltava ler de F. Scott Fitzgerald. Este ano escrevi aqui sobre Tender Is the Night e sobre This Side of Paradise, das quais gostei muito.The Great Gatsby li quando era muito mais nova e que continua a ser uma das minha obras predilectas. Faltava só mesmo The Beautiful and Damned ou, como na tradução portuguesa, Belos e Malditos.

 

 

19
Out20

"Tess dos D’Ubervilles", Thomas Hardy

Sofia

Porque é que não me disseste que existia perigo? Porque é que não me avisaste? As senhoras sabem contra o que se devem guardar, porque leem romances que lhes falam destes truques; mas eu nunca tive a oportunidade de o descobrir desse modo; e tu não me ajudaste!

Tess of the D'Urbervilles (Penguin Classics): Hardy, Thomas, Dolin, Tim,  Dolin, Tim, Higonnet, Margaret Randolph: 9780141439594: Amazon.com: Books

 

Tess dos D’Ubervilles é primeiro livro que li de Thomas Hardy. E, em boa verdade, foi mesmo por querer ler algo deste autor que decidi ler este livro. Além disso, a minha escolha deveu-se à clara popularidade da obra. Tenho lido muito sobre ela e a curiosidade fala sempre muito alto (pelo menos no meu caso).

 

 

12
Out20

As Mil e Uma Noites

Sofia

Que espantoso este pássaro, ontem voava ao mesmo passo com que eu corria, e hoje que estou cansado, voa ao passo lento com que caminho. Que coisa espantosa!

As Mil e Uma Noites - Livro - WOOK

As Mil e Uma Noites é uma daquelas obras que sempre quis ler, mas que nunca lia. Essencialmente desculpava-me com três razões: era muito grande, não havia tradução, já sabia do que tratava (pensava eu!). A questão resolveu-se com a nova tradução portuguesa que chegou recentemente em três volumes. Comecei a ler o primeiro no início do ano e acabei de ler o último na semana que passou.

 

 

03
Ago20

“As Dez Figuras Negras”, Agatha Christie

Sofia

Aconteceu exatamente do modo como acontecia em livros.

500x.jpeg

Algumas semanas passaram desde que vos escrevi sobre The Mysterious Affair at Styles de Agatha Christie. Nesse post, algumas pessoas comentaram e sugeriram a leitura de And Then There Were None, em Portugal, As Dez Figuras Negras, da mesma autora. Os comentários nesse post foram mais do que suficiente para aguçar a minha curiosidade em relação a este livro e, após uma breve pesquisa sobre a história, adquiri-o e na semana passada li-o num ápice.

 

 

06
Jul20

Este Lado do Paraíso - F. Scott Fitzgerald

Sofia

Não é a vida que é complicada, é o esforço para a conduzir e para a controlar.

download.jpg

Se leram o post de há umas semanas sobre Terna é a Noite, recordam-se de vos ter então escrito que tinha iniciado a minha missão de ler as obras que me faltavam ler de Scott Fitzgerald. Esta semana aproximo-me do objetivo escrevendo-vos sobre a primeira obra de Fitzgerald. 

 

 

29
Jun20

“A Primeira Investigação de Poirot”, Agatha Christie

Sofia

Deste demasiado espaço à tua imaginação. A imaginação é um bom ajudante e um mau mestre. A explicação mais simples é sempre a mais provável.

the-mysterious-affair-at-styles-poirot.jpg

Acho que nunca tinha escrito aqui sobre uma obra deste género. Realmente, não costumo ler muitas histórias assim. De Agatha Christie só me lembro de ter lido Um Crime no Expresso do Oriente quando era mais nova. Em relação a esse, lembro-me de ter gostado muito e de ter ficado bastante impressionada com a história e, sobretudo, com o seu final, como creio que, de resto, acontece a quase toda a gente. Recentemente surgiu a oportunidade de ler esta primeira obra da autora e, confesso que já estava tão preparada para algo rebuscado ao nível Expresso do Oriente que acho que já comecei a ler esta obra demasiado expectante e alerta.

25
Mai20

“Escola de Mulheres”, Molière

Sofia

É preciso reconhecer que o amor é um grande professor. O que não sabemos, ele ensina-nos.

Unknown.jpeg

Confesso que o principal fator que me impeliu a ler este livro foi o título, L´École des femmes, e, se não o tivesse por acaso visto à venda, provavelmente não me lembraria espontaneamente de o ler. Gosto muito de Molière, mas realmente não conhecia esta obra. Todavia, assim que a vi percebi que seria o tipo de obra da qual gostaria.

 

 

18
Mai20

“Retrato de uma Senhora”, Henry James

Sofia

Pensas que podes ter uma vida romântica, que podes viver agradando a ti e aos outros. Vais perceber que estás enganada. Qualquer que seja a vida que levas, para seres bem-sucedida, deves colocar a tua alma nela; a partir do momento em que o fazes, garanto-te que o romance acaba: tudo se torna realidade! E não consegues sempre agradar-te; por vezes tens de agradar aos outros. Isso, admito, estás disposta a fazer, mas há algo ainda mais importante – muitas vezes tens de desagradar os outros. Tens de estar sempre pronta para isso, nunca deves fugir. Isso não te convém de todo — gostas demasiado de admiração, gostas que pensem bem de ti. Pensas que podemos escapar aos nossos deveres menos agradáveis através de visões romanescas — essa é a tua maior ilusão. Não podemos. Tens de estar preparada para, muitas vezes, não agradares a ninguém — nem a ti própria.

the-portrait-of-a-lady.jpg

The Portrait of a Lady é uma leitura que tinha estado adiada há tanto tempo que lhe perdi a conta. Este ano foi um dos primeiros livros que comprei e, mesmo assim, só na semana passada me determinei a finalmente ler! Assim que acabei pensei senti uma mistura de “ainda bem que adiei tanto tempo” e de “como é que não tinha lido antes”.           

 

11
Mai20

“Uma Mulher Sem Importância”, Oscar Wilde

Sofia

Todas as mulheres são rebeldes, geralmente estão numa ampla revolta contra si mesmas.

Unknown-1.jpeg

Esta semana venho falar-vos de uma outra leitura de oportunidade nestes tempos que passam tão devagar. Lembro-me que há semanas vos falei de De Profundis, então tenho consciência que estou a repetir um autor, mas não resisti quando encontrei esta obra! Como vos contei naquela altura, gosto muito de Wilde.

 

Mais sobre a Sofia

Estudante de Letras. Romântica Incurável. Perdida algures num sonho. Apaixonada por livros, chá, contos de fadas, tragédias e chuva. Entre Flores & Estrelas.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D