Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Outra Menina Bennet

A Outra Menina Bennet

12
Abr21

“O Jogador”, Fiódor Dostoievski

Sofia

O que sou eu agora? Zéro. O que posso ser amanhã? Amanhã posso ressuscitar dos mortos e começar de novo a viver! Posso encontrar em mim o homem, enquanto se não tiver perdido!

O Jogador | Relógio D'Água

O Jogador surgiu primeiramente em 1886 e aborda o vício do jogo.  A obra terá sido escrita e publicada sob pressão –  Dostoievski precisava do dinheiro proveniente da publicação para pagar as suas próprias dívidas de jogo.

 

30
Mar21

“Crime no Campo de Golfe”, Agatha Christie

Sofia

O homem não é um animal original. Não é original dentro da lei que regula a sua respeitável vida, não é igualmente original para além dessa lei. Se um homem comete um crime, qualquer outro crime que ele cometa parecer-se-á muito ao primeiro.

220px-Murderonthelinks.jpg

Crime no Campo de Golfe foi publicado pela primeira vez em 1923 e, como muitas outras obras de Agatha Christie é uma obra sobre um misterioso crime investigado por Hercule Poirot.

 

22
Mar21

“Casa de Bonecas”, Henrik Ibsen

Sofia

Esta casa não tem sido nada além de um parque de diversões. Tenho sido a tua esposa-boneca, tal como em casa era a filha-boneca do meu pai; e aqui os nossos filhos têm sido as minhas bonecas.

Four Major Plays - Henrik Ibsen - Compra Livros na Fnac.pt

Casa de Bonecas de Ibsen foi encenada pela primeira vez em 1879 na Dinamarca e causou um rebuliço tão grande que foi falada um pouco por todo o lado. Dividiu opiniões à época e extremou posições entre aqueles que lhe reconheceram a inovação e a pertinência e os que a acharam conservadora e excessiva.

 

 

16
Mar21

“A Náusea”, Jean-Paul Sartre

Sofia

Estou sozinho no meio destas vozes felizes e ruidosas. Todas estas criaturas gastam o seu tempo a explicar, a perceber alegremente que concordam todas umas com as outras. Por amor de Deus, porque é que é tão importante pensarmos todos as mesmas coisas?

images.jpeg

A Náusea foi o primeiro romance de Jean-Paul Sartre e foi originalmente publicado em 1938. Terá sido, à altura, uma obra bem-recebida pelos leitores, embora tenha suscitado alguma discórdia entre o meio académico.

 

 

08
Mar21

“Femme Fatale”, Guy de Maupassant

Sofia

Ele ansiava, com toda a sua alma, gentil e idealista, por uma mulher fiel a quem venerar – alguém em cujos braços pudesse expressar todo o seu amor e ternura, assim como a sua paixão.

Femme Fatale by Guy de Maupassant

Femme Fatale foi primeiramente publicado em 1881 com o título La Femme de Paul numa coleção intitulada La Maison Tellier – a primeira edição de uma coleção de contos de Maupassant.

 

 

01
Mar21

“Vera ou os Niilistas”, Oscar Wilde

Sofia

Nestes dias modernos, ser vulgar, analfabeto, comum e cruel parece dar a um homem uma extraordinária infinidade de direitos com os quais os seus honestos pais nunca sonhariam.

Unknown.jpeg

Vera ou os Niilistas é uma peça em quatro atos de Oscar Wilde primeiramente em palco em 1883 em Nova Iorque. É levemente baseada na vida da revolucionária russa Vera Zasulich (1851-1919).

 

22
Fev21

“Noites Brancas”, Fiódor Dostoievski

Sofia

Sou um sonhador. Sei tão pouco da vida real que simplesmente não consigo evitar reviver momentos como estes nos meus sonhos, pois tais momentos são algo que raramente experienciei. Sonharei contigo toda a noite, toda a semana, todo o ano.

Unknown.jpeg

Noites Brancas foi originalmente publicada em 1848 e foi uma das primeiras produções de Dostoievski. É um pequeno conto e divide-se em seis partes.

 

15
Fev21

“Poesias Escolhidas”, Sá de Miranda

Sofia

“Comigo me desavim,

sou posto em todo perigo

não posso viver comigo

nem posso fugir de mim.”

Unknown.jpeg

Francisco de Sá de Miranda viveu entre o final do século XV e os meados do século XVI e deixou uma obra literária considerável que influenciou diversos autores — seus contemporâneos e posteriores. Escreveu vilancetes, cantigas, sonetos, tercetos, elegias, éclogas, epístolas, etc e foi particularmente importante na origem do classicismo em Portugal.

 

10
Fev21

José Saramago, “Evangelho Segundo Jesus Cristo”

Sofia

O teu Deus é o único guarda duma prisão onde o único preso é o teu Deus.

Unknown.jpeg

“Um escritor português, ateu confesso e comunista impenitente, como ele mesmo se apresenta, resolveu elaborar uma delirante vida de Cristo...”, escreveu D. Eurico Dias Nogueira em 1992, quando era então arcebispo de Braga, sobre Evangelho Segundo Jesus Cristo de José Saramago, publicado em 1991. Creio que esta é uma ilustração do conteúdo da obra e da reação que a sua publicação despertou.

 

Mais sobre a Sofia

Estudante de Letras. Romântica Incurável. Perdida algures num sonho. Apaixonada por livros, chá, contos de fadas, tragédias e chuva. Entre Flores & Estrelas.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub